Microsoft remove usuários com computadores incompatíveis com Windows 11 do programa Insider


Agora é oficial: a Microsoft começou a "ejetar" usuários do programa Windows Insider que possuem PCs ou notebooks incompatíveis com o novo Windows 11. A infeliz notícia foi confirmado por diversos testadores nas redes sociais e provocou até mesmo um sentimento de revolta entre alguns.

Quando anunciou o Windows 11 no agora distante mês de junho, a Microsoft permitiu que muitos usuários com PCs antigos, sem chip TPM 2.0 ou com processadores de gerações mais velhas pudessem instalar o Windows 11. A própria desenvolvedora alega que isso era necessário para ver como o novo software se comportaria nessas máquinas.

Com o lançamento oficial programado para o dia 5 de outubro, a Microsoft está exigindo que usuários que estavam no canal Dev e tem PCs incompatíveis reinstalem o Windows 10. Isso porque as atualizações do Windows 11 serão bloqueadas oficialmente.


Em sua justificativa, a Microsoft afirma que PCs mais recentes tem uma taxa de estabilidade no Windows 11 que chega a 99,8%. Já os computadores mais antigos atingiram o número de 99,7%.

A diferença é de apenas 0,1% e a Microsoft não explicou ao certo a sua métrica, mas isso já foi o suficiente para impedir que esses PCs pudessem usar o Windows 11.

Claro que esse dado também pode ter sido crucial para que a gigante de Redmond permitisse que usuários pudessem instalar o Windows 11 via ISO em PCs incompatíveis. No entanto, o bloqueio do Windows Update segue praticamente a mesma lógica aplicada no programa Insider.

Aqueles usuários que quiserem permanecer no Windows 11, não precisam voltar ao 10. Contudo, seu PC não receberá novas compilações e isso pode fazer muita gente retornar para a versão anterior, uma vez que ela tem suporte garantido até 2025.

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

Fale com o MultiMidia Info

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget