05/13/20

Os moderadores são responsáveis por avaliar qual conteúdo precisa ser removido e são expostos a publicações violentas


O Facebook concordou em pagar cerca de US$ 52 milhões em indenizações a moderadores e ex-moderadores da plataforma para compensá-los por problemas de saúde mental desenvolvidos por conta do trabalho de avaliação das postagens na rede social.

Cada moderador receberá no mínimo US$ 1 mil e será elegível para compensação adicional se for diagnosticado com transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) ou condições relacionadas. Segundo informações do The Verge, portal americano de notícias, o acordo foi protocolado na Corte Superior de San Mateo, na Califórnia, na última sexta-feira (8).

O acordo abrange 11.250 pessoas, e os advogados do caso acreditam que metade deles pode ser elegível para receber um pagamento extra relacionado a problemas de saúde mental associados ao tempo de trabalho no Facebook, como depressão, além do estresse pós-traumático.

“Estamos tão satisfeitos que o Facebook trabalhou conosco para criar um programa sem precedentes para ajudar as pessoas a realizar um trabalho inimaginável há alguns anos”, disse Steve Williams, advogado que representa os moderadores, em comunicado. “O dano que pode ser sofrido por este trabalho é real e grave.”

O trabalho ‘sujo’ dos moderadores do Facebook
Em setembro de 2018, Selena Scola, uma ex-moderadora de conteúdo da rede social, processou o Facebook, alegando que ela desenvolveu TEPT após ter sido colocada em um papel que exigia que ela visse regularmente fotos e imagens de estupro, assassinato e suicídio para poder banir da rede social esse tipo de conteúdo.

Scola desenvolveu sintomas de TEPT após nove meses no trabalho. A queixa, que foi apoiada por vários outros ex-moderadores da rede social, também alegou que o Facebook não forneceu a eles um espaço de trabalho seguro.

Scola fez parte de uma onda de moderadores contratados após as eleições presidenciais dos EUA em 2016, quando o Facebook foi criticado por não remover o conteúdo nocivo da plataforma.

A empresa contratou várias grandes empresas de consultoria, incluindo Accenture, Cognizant, Genpact e ProUnlimited para conseguir contratar milhares de moderadores nos Estados Unidos para fazer o trabalho de seleção do que pode ou não ir para a rede.

O acordo
Sob os termos do acordo, todo moderador ou ex-moderador receberá US$ 1 mil que podem ser gastos da maneira que desejarem. Mas o Facebook aconselha que o dinheiro seja gasto em tratamento médico, cobrindo os custos associados à busca de um diagnóstico relacionado a quaisquer problemas de saúde mental que o moderador possa estar sofrendo.

É possível, ainda, receber uma indenização maior, que dependerá do diagnóstico de cada moderador. Qualquer pessoa que for diagnosticada por um profissional com algum problema de saúde mental causado pelo trabalho é elegível para receber US$ 1.500 adicionais, e as pessoas que receberem vários diagnósticos simultâneos – como TEPT e depressão, por exemplo – podem receber até US$ 6.000 adicionais.

No acordo, o Facebook também concorda em implementar alterações em suas ferramentas de moderação de conteúdo, projetadas para reduzir o impacto da visualização de imagens e vídeos violentos ou perturbadores.

As ferramentas, que incluem silenciar o áudio por padrão e alterar os vídeos para preto e branco, serão lançadas para 80% dos moderadores até o final deste ano e para 100% dos moderadores até 2021.

Os moderadores que veem diariamente conteúdo gráfico perturbador também terão acesso a sessões semanais de treinamento individuais com um profissional de saúde mental licenciado.

Os trabalhadores que estiverem passando por uma crise de saúde mental terão acesso a um conselheiro licenciado dentro de 24 horas, e o Facebook também disponibilizará sessões de terapia mensal em grupo para os moderadores.

“Somos gratos às pessoas que fazem esse importante trabalho para tornar o Facebook um ambiente seguro para todos”, afirmou o Facebook em comunicado. “Estamos comprometidos em fornecer suporte adicional por meio deste acordo e no futuro”.

Fonte: info money


O Poco F2 Pro mantém a tradição da linha, trazendo os recursos mais avançados encontrados em basicamente todos os tops de linha do mercado em um produto mais acessível para quem busca maximizar o custo-benefício.

LANÇAMENTO: 12.MAI.2020
Display: 6.67"
Sistema Operacional: Android 10
Resolução: 1080 x 2400px
Capacidade: 128 GB 6 GB RAM, 256 GB 8 GB RAM
Cartão de Memória: Não
Tecnologia de Rede: GSM / HSPA / LTE / 5G


Ficha Técnica
REDE
Tecnologia GSM / HSPA / LTE / 5G
Bandas 2G GSM 850 / 900 / 1800 / 1900
Bandas 3G HSDPA 850 / 900 / 1700(AWS) / 1900 / 2100
Velocidade HSPA 42.2/5.76 Mbps, LTE-A; 5G
Bandas 4G LTE
Bandas 5G SA/NSA


ESTRUTURA
Dimensões 163.3 x 75.4 x 8.9 mm
Peso 218 g
SIM Card Dual SIM (Nano SIM)
Corpo Vidro frontal e traseiro (Gorilla Glass 5), bordas de alumínio


TELA
Tipo Super AMOLED
Tamanho 6.67 polegadas
Resolução 1080 x 2400 pixels
Proteção Gorilla Glass 5


PLATAFORMA
Sistema operacional Android 10
CPU Octa-core (1x2.84 GHz Kryo 585 & 3x2.42 GHz Kryo 585 & 4x1.80 GHz Kryo 585)
GPU Adreno 650
Chipset Qualcomm SM8250 Snapdragon 865 (7 nm+)


MEMÓRIA
Cartão de Memória Não
Interna 128 GB 6 GB RAM, 256 GB 8 GB RAM


ÁUDIO
Alto-Falantes Sim
Saída 3.5mm Sim



CONEXÕES
Wireless Wi-Fi ax (Wifi 6)
Bluetooth 5.1
GPS GPS, GLONASS, BDS, GALILEO, QZSS, NavIC


USB 2.0, Tipo-C
NFC Sim
Infravermelho Sim


RECURSOS
Sensores Sensor de impressões digitais (óptico, sob o display), acelerômetro, giroscópio, proximidade, bússola, barômetro


CÂMERA PRINCIPAL
Recursos LED duplo, flash em dois tons, HDR
Vídeo 4320p@24/30fps, 2160p@30/60fps, 1080p@30/60/120/240fps, 1080p@960fps; gyro-EIS
Quádrupla 64 MP, 26mm (wide), 1/1.72", 0.8µm, PDAF + 5 MP, 50mm (macro teleobjetiva) + 13 MP, 13mm (ultrawide) + 2 MP, (sensor de profundidade)


CÂMERA SECUNDÁRIA
Única Pop-up 20 MP, (wide), 1/3.4", 0.8µm
Vídeo 1080p@30fps
Recursos HDR














Confira o Video:


@multimidiainfo Xiaomi Poco F2 Pro, Saiba mais sobre esse incrível aparelho copiando o link a seguir: https://www.multimidiainfo.com/2020/05/xiaomi-poco-f2-pro.html
♬ som original - multimidiainfo

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget