Outubro 2019

avira
Os pesquisadores de segurança estão em alerta por conta de uma preocupante nova praga virtual que vem se alastrando com extrema habilidade de evolução e, justamente por conta disso, vive se reinstalando, sendo quase que irremovível. O malware xHelper vem aparecendo em resultados de antivírus e irritando os usuários já há seis meses, e agora alcançou 45 mil aparelhos Android.

A boa notícia é que o trojan não realiza operações destrutivas. De acordo com a Malwarebytes e a Symantec, ele tem apenas mostrado anúncios pop-up intrusivos e spam de notificação, que redirecionam os usuários para a Play Store, onde as vítimas são solicitadas a instalar outros apps — um meio que os autores do xHelper usam para ganhar dinheiro com comissões de pagamento.

Praga aparece como serviço independente
(Imagem: Reprodução/ZDNet)
O xHelper realiza em média 131 novas infecções diariamente e cerca de 2,4 mil por mês. A maioria foi detectada na Índia, Estados Unidos e Rússia. Para atacar, o malware usa redirecionamentos da web em páginas fora da Play Store, e então um código oculto realiza o download automaticamente.
Funcionamento misterioso

O xHelper não funciona como a maioria dos outros malwares para Android, pois ele vem embutido com um app de chamariz, mas se instala como um serviço independente — ou seja, desinstalar o utilitário inicial não livra o aparelho infectado dessa praga.

Além disso, mesmo se os usuários encontrarem o serviço xHelper na seção de aplicativos do sistema operacional, não é possível arrancá-lo dali, nem mesmo com o reset de fábrica — coisa que, segundo especialistas de segurança, ainda é um mistério. Contudo, ao menos ele não adultera nenhum aplicativo básico do Android.

A praga sempre aparece depois do reset
(Imagem: Reprodução/ZDNet)
Nos últimos meses, tem sido comum ver vítimas do xHelper em vários fóruns, tentando encontrar soluções para removê-lo dos dispositivos. Alguns conseguem com programas pagos, outros nem assim. De acordo com a Symantec e a Malwarebytes, os autores da ameaça parecem sempre estar em uma batalha constante contra os antivírus, descobrindo novas maneiras de se adaptar para continuar mantendo o malware impossível de remover.

Usuários tentam encontrar solução para o problema em fóruns, como no Reddit (Imagem: Reprodução/Phone Arena)
Os especialistas avisam que, mesmo com o xHelper não apresentando perigo maior, ele pode ser a porta de entrada para outros arquivos maliciosos capazes de causar estragos muito maiores — como roubar senhas de banco ou dados sensíveis do usuário. A dica, por enquanto, é evitar então links suspeitos que redirecionam para páginas ainda mais duvidosas, procurando sempre baixar aplicativos que estão disponíveis na Google Play.

Fonte: ZDNet, via Phone Arena


A bateria seria preparada dentro de um "estado escuro", onde não é possível trocar energia com o ambiente

Uma equipe de cientistas das universidades de Alberta e Toronto esboçaram uma "bateria quântica" que jamais perderia sua carga. A tecnologia ainda não foi produzida, mas caso eles consigam montar a teoria na prática, seria uma inovação revolucionária no armazenamento de energia. 

"As baterias com as quais estamos familiarizados - como a bateria de íons de lítio que alimenta seu smartphone - baseiam-se em princípios eletroquímicos clássicos, enquanto as baterias quânticas dependem apenas da mecânica quântica", disse Gabriel Hanna, químico da Universidade de Alberta. 


Um artigo sobre a pesquisa foi publicado no Journal of Physical Chemistry C. em julho deste ano. Ele explica que a bateria funciona aproveitando o poder da "energia excitônica", que é o estado em que um elétron absorve fótons suficientemente carregados.

Os pesquisadores, então, descobriram que o modelo de bateria resultante deve ser "altamente robusto às perdas de energia", graças ao fato da bateria ser preparada dentro de um chamado "estado escuro", no qual não é possível trocar energia com o ambiente, seja absorvendo ou liberando fótons. 

Ao quebrar a rede quântica do estado escuro, os pesquisadores afirmaram que a bateria poderia descarregar e liberar energia no processo. No entanto, a equipe ainda não encontrou soluções viáveis para tornar isso possível. Eles também estão tentando descobrir uma maneira de escalar a tecnologia para aplicativos do mundo real. 

Via: Futurism


O celular Xiaomi Mi Mix Alpha foi lançado em 24 de setembro de 2019 e tem uma ficha técnica interessante. Quem gosta de tirar fotos conta com uma câmera de 108 MP + 12 MP + 20 MP , além de Não para capturar as famosas selfies. Seguindo com as especificações, ele também é equipado com 12 GB de RAM, memória interna de 512 GB e o processador Qualcomm Snapdragon 855 Plus. Isso tudo rodando o sistema operacional Android 10.

 Ficha Técnica
HARDWARE
ChipsetQualcomm Snapdragon 855 Plus
Processador (CPU)Octa-core (1x2.96 GHz Kryo 485 e 3x2.42 GHz Kryo 485 e 4x1.8 GHz Kryo 485)
Número de Núcleos do CPUOcta-core
Processador Gráfico (GPU)Adreno 640
Memória RAM12 GB
Armazenamento Interno512 GB
Cartão de MemóriaNão
 CÂMERA
Câmera Traseira108 MP (f/1.7, 1/1.33", 0.8µm) + 12 MP  (f/2.0, 54mm, 1/2.55", 1.4µm) +  20 MP (f/2.2, 13mm, 1/2.8", 1.0µm)
Resolução da Câmera Traseira108 MP + 12 MP +  20 MP 
FlashDual LED
Câmera FrontalNão
Resolução da Câmera FrontalNão
Vídeo2160p@30/60fps, 1080p@30/120/240fps, 1080p@960fps
Funções da CâmeraPDAF, Laser AF, zoom optical 2x, HDR, panorama, ultrawide.
 BATERIA
Tipo de Bateria Li-Po, não removível.
Capacidade de Bateria4050 mAh
Carregamento Sem FioNão
 TELA
Tipo de TelaSuper AMOLED Flexível
Tamanho de Tela7,92 polegadas
Proporção entre Tela e Corpo180,8% de tela, aproximadamente
Resolução de Tela2088 x 2250 pixels
Densidade de pixels388 pixels por polegada
Proteção de TelaNão especificado
 GERAL
Versão do Sistema OperacionalAndroid 10
Anúncio24 de setembro de 2019
Data de Lançamento24 de setembro de 2019
Outros NomesNão
 CORPO
CoresPreto
Altura154,4 mm
Largura72,3 mm
Espessura10,4 mm
Peso241 gramas
Certificados de ResistênciaNão
Teclado FísicoNão
 REDE
Cartão SIMNano-SIM, Dual SIM
Número de Chips2
Tecnologia de RedeGSM / CDMA / HSPA / LTE / 5G
Velocidade de RedeHSPA 42.2/5.76 Mbps, LTE-A (7CA) Cat20 2048/150 Mbps, 5G (2+ Gbps DL)
4G/LTELTE
3GHSDPA 850 / 900 / 1900 / 2100
2GGSM 850 / 900 / 1800 / 1900
EDGESim
GPRSSim
 ÁUDIO
Conector 3.5mmNão
Alto-falantes estéreosNão
Funções de ÁudioCancelamento ativo de ruído com microfone dedicado
 CONECTIVIDADE
Tipo de ConectorUSB Tipo-C 1.0
Wi-FiWi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, dual-band, Wi-Fi Direct, DLNA, hotspot
Bluetooth5.0, A2DP, LE, aptX HD
GPSDual band A-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO, QZSS
NFCNão
InfravermelhoNão
Rádio FMNão
TV DigitalNão
 SENSORES E RECURSOS ADICIONAIS
AcelerômetroSim
BarômetroSim
Batimentos CardíacosNão
BússolaSim
GiroscópioSim
Leitor de digitaisSim
ProximidadeSim
Medidor de TemperaturaNão
Medidor de UmidadeNão
Sensores DiferenciadosNão
Outros RecursosNão



Fonte: Tecmundo


O Zenfone 6 de 2019, onde o "6" aqui indica a geração, e não o tamanho de tela como o Zenfone de 2014, vem com uma configuração competitiva para o segmento top de linha, além de um módulo de câmera que rotaciona e um design diferenciado.

LANÇAMENTO: 16.MAI.2019
Display: 6.4"
Sistema Operacional: Android 9.0 (Pie)
Resolução: 1080 x 2340px
Capacidade: 256 GB, 8 GB RAM ou 64/128 GB, 6 GB RAM
Cartão de Memória: microSD até 1 TB (gaveta dedicada)
Tecnologia de Rede: GSM / HSPA / LTE


Ficha Técnica
REDE
Tecnologia GSM / HSPA / LTE
Bandas 2G GSM 850 / 900 / 1800 / 1900
Bandas 3G HSDPA 850 / 900 / 1900 / 2100
Velocidade HSPA 42.2/5.76 Mbps, LTE-A (5CA) Cat18 1200/150 Mbps
Bandas 4G Banda LTE 1(2100), 2(1900), 3(1800), 5(850), 7(2600), 8(900), 20(800), 28(700), 38(2600), 40(2300), 41(2500)


ESTRUTURA
Dimensões 159.1 x 75.4 x 9.2 mm
Peso 190 g
SIM Card Dual SIM (Nano SIM)
Corpo Vidro frontal (Gorilla Glass 6), vidro traseiro (Gorilla Glass), bordas de alumínio


TELA
Tipo LCD IPS
Tamanho 6.4 polegadas
Resolução 1080 x 2340 pixels
Proteção Corning Gorilla Glass 6


PLATAFORMA
Sistema operacional Android 9.0 (Pie)
CPU Octa-core (1x2.84 GHz Kryo 485 & 3x2.41 GHz Kryo 485 & 4x1.78 GHz Kryo 485)
GPU Adreno 640
Chipset Qualcomm SDM855 Snapdragon 855 (7 nm)


MEMÓRIA
Cartão de Memória microSD até 1 TB (gaveta dedicada)
Interna 256 GB, 8 GB RAM ou 64/128 GB, 6 GB RAM



ÁUDIO
Alto-Falantes Sim (estéreo)
Saída 3.5mm Sim


CONEXÕES
Wireless Wi-Fi ac
Bluetooth 5.0
GPS GPS, GLONASS, BDS, GALILEO, QZSS
Rádio Sim
USB 2.0 (Tipo-C 1.0)
NFC Sim


RECURSOS
Sensores Leitor de digitais (traseiro), acelerômetro, giroscópio, proximidade, bússola


BATERIA
Stand-by Até 624 h (3G)
Conversação Até 33 h (3G)


CÂMERA PRINCIPAL
Recursos Flash dual-LED, HDR, (rotação motorizada)
Vídeo 2160p@30/60fps, 1080p@30/60/240fps, 720p@480fps
Dupla 48 MP, f/1.8, 26mm (wide), 1/2", 0.8µm, Laser/PDAF + 13 MP, f/2.4, 11mm (ultrawide)


CÂMERA SECUNDÁRIA
Vídeo 2160p@30/60fps, 1080p@30/60/240fps, 1080p@30fps, 720p@480fps
Recursos Flash dual-LED, HDR, (rotação motorizada)
Dupla Módulo de câmera rotacional


Fonte: Canaltech

A Samsung acabou de receber uma patente do Departamento de Marcas e Patentes dos EUA (USPTO, na sigla em inglês), que, provavelmente, foi registrada em 2018. A patente se refere a um smartphone com parte da tela flexível, que ficará dobrada para trás do aparelho.

Quando dobrada, a tela apresentará a proporção de 16:9. Ao ser desdobrada, ela se estende até a proporção 18:9. Dentre as outras patentes de telas flexíveis da Samsung, há uma outra bem parecida com esta, mas com a diferença de ela partir de dentro do chassi, no estilo pop-up deslizável. Esta apresentada aqui é mais simples.

Fonte: Gizchina/Reprodução

Perceba que a parte que ficará dobrada possui um design comum para os dias de hoje, com um notch onde ficarão abrigados a câmera frontal, o alto-falante e os outros sensores. A solução criada pela Samsung resolveria o “problema” da tela com notch ou câmera na tela, mesmo que seja um minúsculo buraco, como o Galaxy Note 10. Isso iria proporcionar uma maior imersão na visualização de conteúdo como vídeos e fotos.

Fonte: Gizchina/Reprodução
Quando o usuário precisar fazer uma chamada ou usar a câmera frontal, ele teria que desdobrar a outra parte da tela. E a patente não diz se isso aconteceria de forma automática ou manual, mas não conhecemos telas dobráveis que são acionadas automaticamente. Pelo menos, não neste momento.

Embora as imagens não mostrem com exatidão, podemos supor que o celular ficaria mais espesso nessa parte onde a tela ficaria dobrada para trás, tal como o Galaxy Fold fica mais “gordinho” quando dobrado.

Também há o fato da fragilidade dessas telas. Esse tipo de aparelho poderia durar bem para quem faz poucas chamadas e selfies, mas para quem usa essas funções com frequência, talvez ele não fosse tão indicado.

De qualquer forma, ainda é apenas uma patente e não sabemos se a Samsung lançaria esse smartphone algum dia.

Fonte: Gizchina

O celular Google Pixel 4 XL foi lançado em Previsto para 15 de Outubro de 2019 e tem uma ficha técnica interessante. Quem gosta de tirar fotos conta com uma câmera de 12.2 MP + 16 MP, além de 8 MP para capturar as famosas selfies. Seguindo com as especificações, ele também é equipado com 6 GB ou 8 GB de RAM, memória interna de 128 GB ou 256 GB e o processador Qualcomm Snapdragon 855. Isso tudo rodando o sistema operacional Android 10.

Ficha Técnica

HARDWARE
ChipsetQualcomm Snapdragon 855
Processador (CPU)Octa-core (1x2.84 GHz Kryo 485, 3x2.42 GHz Kryo 485 e 4x1.78 GHz Kryo 485)
Número de Núcleos do CPUOcta-core
Processador Gráfico (GPU)Adreno 640
Memória RAM6 GB ou 8 GB
Armazenamento Interno128 GB ou 256 GB
Cartão de MemóriaNão

CÂMERA
Câmera Traseira12.2 MP (f/1.7, 28mm, 1/2.55", 1.4µm) + 16 MP
Resolução da Câmera Traseira12.2 MP + 16 MP
Flashdual-LED
Câmera Frontal8 MP (f/2.0, 1.22 μm) 
Resolução da Câmera Frontal8 MP
Vídeo1080p@30fps
Funções da CâmeraAuto-HDR, panorama,  PDAF, OIS, 2x zoom óptico, auto foco com dual pixel, sensor de cintilação
 BATERIA
Tipo de BateriaLi-Po, não removível
Capacidade de Bateria3700 mAh
Carregamento Sem FioSim
 TELA
Tipo de TelaOLED
Tamanho de Tela6,3 pixels
Proporção entre Tela e Corpo537 pixels por polegada
Resolução de TelaQuad HD+ (1440 x 3040 pixels)
Densidade de pixels534 pixels por polegada
Proteção de TelaGorilla Glass 6
 GERAL
Versão do Sistema OperacionalAndroid 10
Anúncio03 de Outubro de 2019
Data de LançamentoPrevisto para 15 de Outubro de 2019
Outros NomesNão
 CORPO
CoresBranco, Preto, Laranja
Altura160,4 mm
Largura75,1 mm
Espessura8,2 mm
Peso193 gramas
Certificados de ResistênciaIP68 – resistente à água e poeira
Teclado FísicoNão
 REDE
Cartão SIMNano-SIM e eSIM, Single SIM
Número de Chips1
Tecnologia de RedeGSM / CDMA / HSPA / EVDO / LTE
Velocidade de RedeHSPA 42.2/5.76 Mbps, LTE-A (4CA) Cat18 1200/150 Mbps
4G/LTELTE 
3GHSDPA 850 / 900 / 1700 / 1900 / 2100
2GGSM 850 / 900 / 1800 / 1900
EDGESim
GPRSSim
 ÁUDIO
Conector 3.5mmNão
Alto-falantes estéreosSim
Funções de ÁudioCancelamento ativo de ruído com microfone dedicado
 CONECTIVIDADE
Tipo de ConectorUSB 3.1, Tipo-C 1.0
Wi-FiWi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, dual-band, Wi-Fi Direct, DLNA, hotspot
Bluetooth5.0, A2DP, LE, aptX HD
GPSA-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO
NFCSim
InfravermelhoNão
Rádio FMNão
TV DigitalNão
 SENSORES E RECURSOS ADICIONAIS
AcelerômetroSim
BarômetroSim
Batimentos CardíacosNão
BússolaSim
GiroscópioSim
Leitor de digitaisNão
ProximidadeSim
Medidor de TemperaturaNão
Medidor de UmidadeNão
Sensores DiferenciadosMagnetómetro, Face ID, Sensor de gestos
Outros RecursosNão


Fonte: tecmundo.

MKRdezign

Fale com o MultiMidia Info

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget