Antenas Starlink domésticas se desligam quando submetidas a calor “excessivo”

As antenas Starlink, apelidadas de “Dishy”, devem ser instaladas em local aberto e com visão direta do céu. Crédito: darkpenguin/Reddit

Com a chegada do verão no hemisfério norte, uma limitação do serviço de banda larga Starlink, da SpaceX, está se tornando clara: as antenas parabólicas usadas para comunicação com os satélites em órbita são incapazes de lidar com altas temperaturas.

Segundo um usuário do fórum de discussão Reddit identificado como “SocietyTomorrow“, a conexão caiu ao meio-dia desta terça-feira (15). Ao consultar o aplicativo do serviço no celular, ele viu o aviso de que a antena tinha superaquecido e que a conexão seria retomada após ela esfriar.

Mensagem no app da Starlink, alertando que a antena superaqueceu. Imagem: SocietyTomorrow / Reprodução

A temperatura no momento, de acordo com o usuário, era de 44 ºC (112 ºF), com uma máxima ao Sol prevista para 48 ºC (119 ºF). Segundo a SpaceX a antena, apelidada de “Dishy”, pode funcionar em temperaturas externas de -30 ºC a 40 ºC, e se desliga para proteção quando a temperatura interna atinge os 50 ºC (122 ºF). E devemos considerar, além da temperatura externa, o calor produzido pelos componentes internos.


Outros usuários reportaram o mesmo problema. Um deles, com uma antena localizada em uma região remota a 80 km ao sul do Grand Canyon, disse que sua antena “também está desligando e ligando. Ela voltou a funcionar hoje uma hora após desligar para resfriar, mas parou novamente às 12h30. A última temperatura reportada pela minha estação meteorológica foi de 39,4 ºC (103 ºF)”, afirmou.

Para resolver o problema, SocietyTomorrow usou uma técnica conhecida por muitos brasileiros no verão: um “banho de mangueira”. “Apontei um aspersor (sprinkler) para o Dishy, e assim que ele se resfriou o suficiente para religar ouvi o YouTube funcionando”, disse.

“Mas a solução é temporária. Quando desliguei o Sprinkler, a antena aqueceu novamente e entrou em um loop, funcionando por alguns minutos e desligando para resfriar. O superaquecimento começou hoje por volta das 11h30 e a conexão só voltou a funcionar de forma estável às 19h. Estou indo à loja de materiais de construção para comprar materiais para construir uma espécie de toldo/vela para proteger a antena da luz direta e evitar impacto na conexão e velocidade”, disse ao site Ars Technica.

A SpaceX planeja oferecer o serviço Starlink no Brasil, e já registrou o CNPJ de duas subsidiárias nacionais para isso. Mas a “sensibilidade ao calor” pode ser um problema para os usuários em nosso país, onde várias regiões atingem facilmente 40 ºC à sombra no verão.

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

Fale com o MultiMidia Info

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget